Fintech – O Que É Tecnologia Financeira

A tecnologia financeira (Fintech) é usada para descrever novas tecnologias que buscam melhorar e automatizar a entrega e o uso de serviços financeiros.

Em sua essência, a fintech é utilizado para ajudar empresas, empresários e consumidores a gerenciar melhor suas operações financeiras, processos e vidas, utilizando softwares especializados e algoritmos que são usados ​​em computadores.

Quando a fintech surgiu no século 21, o termo foi inicialmente aplicado à tecnologia empregada nos sistemas de back-end de instituições financeiras estabelecidas. Desde então, no entanto, houve uma mudança para serviços mais orientados para o consumidor e, portanto, uma definição mais orientada para o consumidor. A Fintech agora inclui setores e setores diferentes, como educação, banco de varejo, captação de recursos e organizações sem fins lucrativos, além também de gerenciamento de investimentos.

Fintech – Definição

fintech

A Financial Technology, hoje mais conhecida sob o termo “fintech”, descreve um negócio que visa fornecer serviços financeiros utilizando software e tecnologia moderna.

Atualmente, as empresas de fintech competem diretamente com os bancos na maioria das áreas do setor financeiro para vender serviços e soluções financeiras.

Isso tem acontecido principalmente devido a razões regulatórias e suas estruturas internas.

Os bancos ainda lutam para acompanhar as startups de fintech em termos de velocidade de inovação.

Entretanto, as Fintechs perceberam cedo que os serviços financeiros de todos os tipos, incluindo transferência de dinheiro, empréstimos, investimentos e pagamentos, precisam integrar-se perfeitamente às vidas dos clientes modernos e sofisticados de hoje.

Tudo isso para permanecerem relevantes em um mundo onde os negócios e a vida privada se torna cada vez mais digitalizada.

As pessoas nascidas entre aproximadamente o início dos anos 80 e final dos anos 90 e as gerações seguintes preferem serviços bancários rápidos e fáceis.

Fintech – Impacto na sociedade

fintech

Não muito tempo atrás, os compradores de casas, empresários e investidores foram ao banco para solicitar um financiamento, uma linha de crédito para pequenas empresas ou uma conta de corretagem.

A tecnologia financeira, ou fintech, está mudando rapidamente tudo isso.

Esse no modelo tem tornando mais fácil economizar, emprestar e investir on-line ou com um dispositivo móvel, sem nunca lidar com um banco tradicional.

Para bancos antiquados e gerentes de dinheiro, o fintech está causando transtornos dramáticos.

Ele chamou a atenção de reguladores, defensores dos consumidores e veteranos do setor.

Alguns torcendo, outros vaiando, mas todos se perguntando: será que uma indústria de serviços financeiros digitalizada significará custos mais baixos, mais inovação e maior acesso para todos?

Ou será que os jogadores dominantes permanecerão no topo, com suas pesadas taxas, comissões e compensações, bem como seus papéis de guardiões, em grande parte intactos?

Inegavelmente, devemos concordar que, a Fintech desestabilizou praticamente todos os cantos das finanças globais.

Grandes bancos tradicionais a princípio não acreditaram quando esses sistemas prometeram reinventar seus negócios.

Então, serviços como de transferência de dinheiro de pessoa para pessoa, por exemplo, começaram a desbancar produtos bancários já estabelecidos

Fintech – Considerações

Definitivamente, já está bem claro que fintech e Novas tecnologias, inteligência artificial, análise comportamental preditiva e marketing orientado por dados, eliminarão as conjeturas e o hábito das decisões financeiras.

Esses “aplicativos” não só aprendem os hábitos dos usuários, muitas vezes ocultos para si mesmos, mas também os engajam para melhorar seus gastos automáticos e inconscientes para, com isso, tomar melhores decisões.

A Fintech também está sendo utilizada para combater fraudes, aproveitando informações sobre o histórico de pagamentos para sinalizar transações que estão fora da norma.

Por último, quero concluir dizendo que a Fintech também é um entusiasta adaptador de tecnologia automatizada de atendimento ao cliente.

Desejo-lhe Sucesso.